NOTÍCIAS

Nota de repúdio

O Sindprev/BA vem a público repudiar a nomeação, por parte do governo interino, de pessoas que não são servidoras do INSS para ocupar cargos de gerenciamento do órgão. Foi nomeado para a gerência executiva da instituição em Sergipe  o vice-presidente do Partido Republicano Brasileiro (PRB), empregado do Banco do Estado (Banese).

A diretoria entende que a Previdência Social deve ser gerida por servidores públicos de carreira da instituição, que são os mais qualificados – por terem um amplo conhecimento dos serviços e da legislação -, para exercerem a função, de acordo com o decreto 7556/11, que proíbe a nomeação de pessoas de fora do instituto.

Essa decisão de autorizar a nomeação de pessoas alheias aos quadros do INSS, conforme Parágrafo 1° do artigo 2° da MP 731/2016, editada pelo governo interino, só vem ratificar o perfil deste governo, que tem como meta ampliar a ingerência política dentro dos órgãos públicos, o que desvirtua totalmente os objetivos da administração pública, que é prestar o serviço de qualidade à população. 

A CNTSS, entidade à qual este Sindicato é filiado, vai emitir uma nota oficial de repúdio, e já solicitou audiência à presidência do INSS desde o dia 13/07, para discutir questões da categoria.

Diante da situação, o Sindicato se solidariza com os companheiros (as) na luta contra o desrespeito aos trabalhadores federais e o desmonte da Previdência Social.

APOIO À MOBILIZAÇÃO EM SERGIPE

O Sindprev/BA apoia a mobilização deliberada pelos servidores de Sergipe, que vão às ruas nesta quinta-feira (21) contra a nomeação de um político para a gerência executiva do INSS.

Post anterior

Governo Temer toma à força gestão da GEAP SAÚDE

Próximo post

Funcionalismo: Temer quer implantar regime único na Previdência

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário