NOTÍCIAS

Defensoria pede que o INSS suspenda revisão de benefícios

O pedido feito ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) estabelece o prazo de dez dias para que a medida seja acatada

A Defensoria Pública da União (DPU) recomendou ontem a suspensão do programa de revisão de benefícios previdenciários realizado pelo governo. O pedido feito ao Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) estabelece o prazo de dez dias para que a medida seja acatada. Na prática, o pedido é o primeiro passo para que a Defensoria ingresse na Justiça contra a iniciativa. Os defensores sustentam que as revisões só devem ser implementadas quando a concessão de novos benefícios, como auxílio-doença e por invalidez, for realizada dentro do prazo estabelecido em lei.

De acordo com a Defensoria, atualmente o prazo para o agendamento de uma perícia para novo benefício pode levar até seis meses. Bem mais do que os 45 estabelecidos pela legislação. “Da forma como está, o INSS optou por dar prioridade ao corte de benefícios e restringir o acesso a um direito”, argumentou a defensora pública Diana Andrade, uma das autoras do pedido.

“A medida mais adequada é suspender a revisão até que todas as agências estejam de fato agendando perícias no prazo de 45 dias”, completou. O governo estima fazer uma economia de pelo menos R$ 6 bilhões com as revisões. A verba seria obtida por meio da reversão de benefícios, concedidos a pessoas que já não reúnem condições para recebê-los. Para atender a esse objetivo, o INSS criou um bônus pago a peritos que aderirem à força-tarefa da revisão.

“Tal mecanismo incentivaria apenas os profissionais a concentrar seus esforços nas revisões em detrimento da análise de novos pedidos de benefícios”, completou Diana. Procurado, o INSS não se manifestou. O programa de revisão será feito de forma gradual. Na primeira etapa serão convocados para uma nova perícia beneficiários de auxílio-doença.

Fonte: Correio 24h

Foto: EBC

Post anterior

Geap: Reajuste do plano é limitado a 20%

Próximo post

Comunicado Jurídico

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>