NOTÍCIAS

Sindprev/BA em defesa dos direitos dos trabalhadores na Greve Geral

Dia de Protesto

Na manhã de hoje (11) a cidade de Salvador amanheceu completamente parada. Várias categorias paralisaram a atividade para protestar contra a PEC 55/2016 – antiga PEC 241, a Reforma da Previdência e a Retirada de Direitos, marcando a organização dos trabalhadores à Greve Geral.

Com a presença maciça dos diretores do sindicato, alguns em frente à Gerência Executiva do INSS, no Comércio, e outros em frente à APS Mercês, na Av. Sete de Setembro, o ato ganhou força com a presença de servidores e trabalhadores, sendo amplamente divulgado pela imprensa local.

Edivaldo Santa Rita, diretor da Secretaria de Organização do Sindprev/BA, ressaltou a importância dessa mobilização Nacional. “Juntamente com as centrais sindicais, movimentos sociais, movimento estudantil, trabalhadores e trabalhadoras, não iremos aceitar o retrocesso. Estamos na Defesa da Previdência – contra a extinção do Ministério da Previdência Social (MPS) e a Reforma Previdenciária, contra os diversos ataques aos nossos direitos que não poderão ser desrespeitados e contra a PEC 55”, afirmou ele.

O vice-presidente da CUT-BA e diretor do Sindprev/BA, Valdemir Medeiros, falou da luta intensa que será para que essa PEC 55 não seja aprovada. “Organizamos essa manifestação para que o Governo retire essa PEC maldita, que ela não seja aprovada no Senado. Somos contra a retirada de direito dos trabalhadores, será uma falência para o país – retirada do direito à saúde, educação, previdência social, congelando o salário. Imagine, congelar o salário por 20 anos, aonde estamos em um país que existe aumento quase diariamente. Não existe isso. Por isso a CUT-BA está na frente, juntamente com outras centrais e sindicatos, para dizer não a essa PEC. Essa paralisação é uma de várias que virão, pois não vamos parar. Vamos para cima para que não seja aprovada no Senado”, declarou Valdemir.

A mobilização que contou com a participação de petroleiros, rodoviários, professores, previdenciários, servidores da saúde, vigilantes, agentes de endemias, policiais civis, correios, bancários, entre outros, contará ainda com uma passeata no período da tarde, às 15h, que sairá da Praça do Campo Grande até o Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré.

Todos juntos para derrotar os ataques aos Direitos do Povo! NENHUM DIREITO A MENOS!

ASCOM SINDPREV/BA

Texto: Priscila Teixeira

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

PEC da maldade é aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Próximo post

Sindprev/BA presente na passeata contra a PEC 55

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário