NOTÍCIAS

GEAP: eleições acontecem na quarta-feira (15/03). Sindprev/BA apoia Chapa 1 – Nossa Chapa para CONAD e CONFIS

Eleições serão diretas e secretas e voto pode ser por meio eletrônico (via internet) ou de forma presencial em uma das Gerências da GEAP

Acontece nesta quarta-feira, 15 de março, das 8h00 às 18h00, horário de Brasília, as eleições para escolha dos conselheiros que comporão os Conselhos de Administração (CONAD) e Fiscal (CONFIS) da GEAP – Autogestão em Saúde para o período de 2017 a 2020. Os beneficiários titulares da GEAP podem participar das eleições, que serão diretas e secretas, por meio eletrônico (via internet), desde que esteja com seu cadastro atualizado no site da GEAP (www.geap.com.br) e tenha a senha de votação, ou comparecer em uma das Gerências Regionais da GEAP portando documento de identificação com foto e CPF. O Sindprev/BA apoia a Chapa 1 – Nossa Chapa para integras os dois Conselhos.

Representa a CNTSS/CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social) na Chapa 1 – Nossa Chapa concorrendo pelo CONAD Irineu Messias, do SINDSPREV/PE (como titular) e Ricardo Mendonça, diretor do SINDPREV/BA (como suplente). Messias foi presidente do Conselho de maio a junho de 2016, quando foi destituído pelo governo do ilegítimo Michel Temer. Ricardo Mendonça, Conselheiro do CONAD no período de 2014/2017, é servidor público federal do Ministério da Saúde BA e presidente do Conselho Estadual de Saúde da Bahia.

Para a disputa do CONFIS pela Chapa 1 – Nossa Chapa, a Confederação conta com a participação de Maria das Graças de Oliveira. Servidora do Ministério da Saúde do Rio de Janeiro, Oliveira é ex-diretora do Sindsprev/RJ. Maria da Graça já atuou junto ao Conselho Fiscal como titular de 2014/2017 e foi presidenta de 2014/2016. Outra representante é Deusa Maria Duarte, servidora do Ministério da Saúde do Distrito Federal e ex-diretora do Sindprev/DF. Atuou como suplente do Conselho de 2014/2017.

Estão entre as prioridades da Chapa 1 a defesa dos interesses dos servidores e o combate aos reajustes abusivos que têm levado muitos a cancelar o Plano de Saúde. A meta principal da Chapa 1 – Nossa Chapa é garantir a sustentabilidade da GEAP, com participação direta dos representantes dos associados, visando assegurar planos de saúde de qualidade com preços acessíveis, condizentes com a realidade dos servidores. A estimativa é de que cerca de 50 mil pessoas já tenham cancelado por falta de condições para pagamento.

A “Chapa 1 – Nossa Chapa” conta também com o apoio de outras entidades nacionais representativas dos trabalhadores: CONDSEF – Confederação dos Trabalhadores nos Serviços Público e Federal, FENADADOS – Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Processamento de Dados, Serviços de Informática e Similares, ANESG – Associação Nacional dos Empregados da GEAP e ANASPS – Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social.

Vários dirigentes sindicais de Pernambuco, também representantes de entidades nacionais dos servidores públicos federais, reuniram-se em 03/03, na sede do SINDSPREV/PE, para traçar estratégias para as eleições da GEAP para o CONAD e o CONFIS. Participaram o diretor estadual da ANASPS, Noé Junior; a coordenadora geral do SINDSEP PE (CONDSEF), Graça Oliveira; o dirigente da CNTSS/CUT e SINDSPREV PE, Irineu Messias; a diretora do SINDPD PE (FENADADOS), Maria José; o representante da Associação Nacional dos Funcionários da GEAP (ANESG), Thiago Nascimento

PRINCIPAIS PROPOSTAS DA CHAPA 1 – NOSSSA CHAPA PARA O CONAD E CONFIS

  •  Continuar lutando contra os reajustes abusivos praticados pela GEAP
  • Pressionar para que a contribuição do per capita seja paritária: 50% do governo e 50% dos trabalhadores buscando a efetivação da proposta no Poder Judiciário
  • Gestão paritária da GEAP
  • Acabar com a coparticipação
  • Lutar pela mudança do atual modelo de sustentação financeira da GEAP
  • Melhorar a rede credenciada em todo o país, principalmente nas cidades do interior
  • Criar planos economicamente mais acessíveis para os servidores de salários mais baixos
  • Dar maior flexibilidade na renegociação das dívidas dos beneficiários
  • Lutar pela implantação da rede própria da GEAP, primeiramente nas capitais, com a finalidade de reduzir custos
  • Acompanhar e fiscalizar o cumprimento do Programa de Saneamento Financeiro da GEAP
  • Por uma GEAP competente e mais transparente

ASCOM SINDPREV

PANFLETO ELEICOES GEAP

 

 

Post anterior

A Geap é uma bomba para Eliseu Padilha

Próximo post

Dia Nacional de Luta Contra Reforma da Previdência

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário