DESTAQUENOTÍCIAS

Mais uma Assembleia Geral é realizada no Sindprev/BA

Aconteceu na manhã de hoje (21.06), mais uma assembleia geral do Sindprev/BA, no auditório Pedro Castilho, na sede do sindicato, mais uma vez com presença efetiva da categoria e diretores, tendo como pauta: Informes Gerais e PCCS.

A mesa foi composta pelos diretores da Secretaria de Organização, Edivaldo Santa Rita, e Walter Cândido, além do advogado Dr. Osvaldo Schitinni.

Edivaldo Santa Rita falou da Reforma Trabalhista e da Previdência. “Podemos dizer que existe uma expectativa de uma vitória na votação da Reforma Trabalhista em que a comissão do Senado rejeitou ontem o parecer favorável ao texto, mas tem muita água pra rolar. Tem também a reforma da Previdência que o Governo está segurando a apreciação das votações graças as nossas manifestações e mobilizações. A população esta consciente dos malefícios dessa reforma, aí o Governo começa a recuar para não haver o empate coma derrota nas primeiras votações” disse o diretor. “Haverá outra movimentação forte, com uma Greve Geral no dia 30 de junho para fortalecer mais ainda a insatisfação do povo”, concluiu ele.

Walter Cândido falou da conjuntura política e da necessidade da categoria continuar se mobilizando contra as reformas que só faz retirar os direitos dos trabalhadores.

Klaudyana Queiroz, representante da Faculdade Anhanguera, que se localiza nos Barris, fez uma explanação sobre o curso de Gestão Pública e do convênio com o sindicato, com 20% de desconto.  As inscrições que foram realizadas hoje concorreram a um sorteio de bolsa de 10%.

Santa Rita falou ainda da falta de avanço da incorporação das gratificações, negociadas na greve de 2015, por parte do Ministério do Planejamento.

Maria Almeida, diretora da Secretaria de Aposentados falou mais uma vez do passeio do Dia dos Avós, que acontecerá no dia 28 de julho, no Hotel Fazenda Água da Prata, na Barra do Pojuca. A diretora informou que as inscrições ainda estão sendo feitas e que a preferência será para as vovós e vovôs, permitindo acompanhante somente se for necessário.

Osvaldo Schitinni falou da audiência que aconteceu ontem (20.06) em Brasília, no TST – Tribunal Superior do Trabalho. “Nesses quase 10 anos à frente na condução desse processo, essa audiência foi a melhor. O juiz deu um prazo de 60 dias para o Ministério da Saúde e o INSS discutirem o que é devido para poder ser realizado o pagamento”, disse o advogado.

Valdemir Medeiros falou dos informes positivos do PCCS passados por Schitinni. “Essa vez foi a melhor porque nos conseguimos chegar ao Ministro, o relator do processo, que disse taxativamente para serem resolvidos os problemas jurídicos porque os problemas administrativos com o Ministério da Saúde e o Ministério da Previdência, serão resolvidos de Ministro pra Ministro”, comentou o diretor. Valdemir ainda destacou à atuação do advogado Dr. Luiz Fernando da Silva, no seu diálogo com o juiz, onde ficou acertado que será feito um documento estrategicamente, explicando como se chegou aos cálculos para ser entregue ao juiz e a AGU – Advocacia Geral da União.

No final do encontro os presentes puderam tirar todas as suas dúvidas. Depois foi servido um almoço para a categoria.

A próxima assembleia ficou marcada para o dia 28 de julho.

ASCOM SINDPREV/BA

Texto: Priscila Teixeira

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

NOTA: Sindprev/BA apoia confraternização junina em unidades

Próximo post

Forróprev contou com muito arrasta-pé no Sindprev/BA

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário