NOTÍCIAS

Delegação da CUT–BA segue para somar ao congresso extraordinário nacional

O encontro é um dos mais importantes do ano

Delegação da CUT–BA  segue para somar ao congresso extraordinário nacional

Inicia nesta segunda-feira, 28, uma semana de desafios favoráveis para os dirigentes da CUT-BA, 34 delegados da central embarcam para a “15º Plenária/Congresso Extraordinário e Exclusivo: 100 anos depois… A luta continua! Nenhum Direito a Menos” da CUT Nacional, que acontece entre os dias 28 a 31 de agosto, em São Paulo.

A comissão da Bahia segue para o encontro como uma das delegações protagonistas ao que se refere ao processo organizacional de uma das maiores mobilizações da história do movimento sindical: a greve geral que aconteceu aqui na Bahia de forma decisiva para a contribuição do sucesso da mobilização nacional, A CUT- BA também conduziu de forma relevante os principais atos nacionais de Fora Temer e apoio as bandeiras lutas e aos movimentos sociais.

Os dirigentes dos 18 sindicatos participantes representarão a CUT- BA em paridade no congresso nacional, direcionamento importante para reafirmar nacionalmente algumas das bandeiras da CUT-BA: igualdade e respeito a direitos.

“A Bahia segue para mais um congresso, desta feita, extraordinário, para discutir o que fazer para derrotar o estado de exceção que colocou a baixo a democracia, que promove reformas alheias aos interesses da população e depois disso tudo quer entregar de vez o Brasil ao domínio do capital estrangeiro com a privatização de quase 50 empresas estatais como Petrobrás, bancos públicos, Eletrobras, CHESF, e até mesmo uma área de terra da Amazónia, do tamanho do estado de Santa Catarina. Minha expectativa é voltar deste Congresso Extraordinário com grandes encaminhamentos para defender a classe trabalhadora e a soberania nacional. 2018, temos a obrigação de eleger uma grande bancada de trabalhadores em todas as casas legislativas do país e na presidência, Lula porque eleição sem Lula é fraude. E se possível for, uma nova greve geral” destaca o presidente da CUT – BA, Cedro Silva.

Esse planejamento concentrado do coletivo de dirigentes estaduais da CUT- BA é de extrema importância para o processo formativo de análise de conjuntura da Central Única dos Trabalhadores e Trabalhadoras, para elaboração de estratégias de unidade de plano de lutas com a busca de resultados que estabeleçam diretrizes para que cada estado exerça enfrentamento efetivo contra os desmontes que são impostos a classe trabalhadora pelo governo golpista, para que sigamos na efetiva retomada da democracia e manutenção de direitos adquiridos pelos trabalhadores (as).

Mudança de plenária em congresso extraordinário

 A 15º Plenária foi transformada em Congresso Extraordinário devido à gravidade do momento em que o nosso país vive.  Diretriz também adotada por estados, incluído a Bahia.

O país vivencia a conseqüência de um golpe que presidenta Dilma Rousseff  e todos os seus 54 milhões de eleitores foram vitimados, em consequência a democracia.  Os (as) brasileiros (as) estão em uma crise política, econômica e ambiental, com aumento de desemprego, reformas desleais da previdência e trabalhista, venda de parte das estatais assim como liberação de área de preservação ambiental da Amazônia para exploração de mineradoras. Situações que prejudicam a nação com conseqüência que não podemos prever os resultados. Por isso, o movimento sindicalista se reorganiza de forma extraordinária para traçar planejamentos para combater essa conjuntura política desse governo ilegítimo e barrar esses abusos de ordem democrática e que afetarão até manutenção das gerações futuras.

E por isso um nome tão emblemático: os 100 anos da primeira Greve Geral do país e a luta continua.

Expectativa também para a sinergia e contribuição de idéias que a programação proporcionará através de mesas que abordarão temas como captura da democracia pelo capital; experiência de resistências sindicais; financeirização, automação e o futuro do trabalho; lançamento de livros; relançamento de campanhas. Além dos processos obrigatórios a congresso, toda a formação será para potencializar o empenho das lutas da maior central sindical da América Latina.

11ª Plenária Congresso Extraordinário da CUT Bahia

Os resultados e planos de lutas da 11ª Plenária – Congresso Extraordinário da CUT Bahia, realizado nos dias 7 e 8 de julho, em Salvador serão somados as resoluções da 15º Plenária/Congresso Extraordinário e Exclusivo.

A iniciativa da CUT- BA que estabeleceu diretrizes e unidade de atuação para os dirigentes estaduais serão de extrema importância para agregar ao diálogo do encontro no que se refere a discutir nacionalmente e internacionalmente os rumos da CUT.

Fortalecer o protagonismo da CUT

O encontro é afirmação e confiança nas diretrizes elaboradas em coletivo da maior central sindical da América Latina, que há 33 anos é protagonista no movimento sindical por seu vanguardismo nas ações, atuação e representatividade sempre a favor dos direitos dos trabalhadores (as) brasileiros (as).

A luta continua!

  • Serviço
  • Local: Espaço Immensità: Av. Luiz Dumont Villares, 392 – Junto ao Complexo Hoteleiro Wyndham Garden Convention Nortel
  • Datas: 28,29,30 e 31 de agosto de 2017
  • Horário: a partir das 9h

Confira a programação:

Escrito por: ASCOM CUT- BA – Aline Damazio

Post anterior

Assembleia Geral lota auditório do Sindprev/BA

Próximo post

Governo contrata em 6 meses mais servidores do que estima desligar com PDV

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário