NOTÍCIAS

Pilates na Terceira Idade

Pilates na Terceira Idade: melhora do equilíbrio e prevenção de quedas com a técnica do Pilates

É natural que com o envelhecimento ocorram limitações funcionais devido à diminuição da densidade mineral óssea, da força e da massa muscular, porém existem evidências claras que, com estímulos adequados, os músculos dos idosos se tornam tão resistentes aos exercícios quanto os músculos dos mais jovens, e que os idosos dentro da sala de Pilates apresentam ganhos de força muscular considerável, desde que sejam treinados adequadamente.

Melhora da função ao caminhar

A capacidade em realizar diferentes movimentos da vida diária, principalmente a marcha, e melhorar a aptidão física é determinada pelo fortalecimento muscular adequado juntamente com a mobilidade articular que diminui o aparecimento de artrose, melhora da lubrificação articular e controle de possíveis dores. A mobilidade que o Pilates na terceira idade trás é fantástica.

Dor nas costas incapacitante no idoso

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que 80% da população sofrerá pelo menos uma vez na vida algum episódio de dor nas costas, podendo ter como diagnóstico: protrusão discal, hérnia de disco, lombalgia, discopatia degenerativa, artrose, dentre outros.

Esse resultado é decorrência da falta de exercícios físicos específicos, posturas inadequadas e fraqueza muscular que causam instabilidade e dor na coluna vertebral, principalmente na região lombar e cervical.

Os exercícios de Pilates para idosos de ambos os sexos, apresentam uma importante contribuição no fortalecimento de musculaturas que protegem a coluna vertebral, como o transverso do abdômen, multífidos e paravertebrais que auxiliam numa melhor estabilidade da coluna vertebral e consequentemente reduzem as dores nas costas. Em consequência disso, a postura é melhorada, trazendo melhor alinhamento corporal, o que proporciona maior segurança no caminhar.

Prevenção de quedas

Os exercícios do método Pilates na terceira idade oferecem outras vantagens incluindo mobilidade na coluna vertebral e articulações, melhora da propriocepção, equilíbrio e treinamento de coordenação. Idosos que incluírem exercícios baseados no método Pilates serão beneficiados na realização de suas atividades diárias, com segurança nos movimentos, maior percepção do corpo, melhor sustentação dos membros e assim, prevenir instabilidades que levam às quedas.

Outros benefícios

Com a prática do Pilates na terceira idade, é possível obter um progresso de força muscular para prevenção problemas na coluna, tornando uma peça fundamental no pós-tratamento para coluna vertebral, além de manter os ossos mais fortes reduzindo os riscos de osteoporose, quedas e fraturas.

Outros benefícios que o Instituto Pilates proporciona  é a conscientização postural junto à prática de exercícios físicos específicos associados ao equilíbrio, concentração e mobilidade articular encorajando-os a realizarem movimentos livres desde os mais simples até os mais complexos.

O importante é buscar orientação profissional médica que indique através de um relatório médico à prática do Pilates para o paciente idoso. Outro ponto fundamental é que os exercícios do Pilates sejam monitorados por um fisioterapeuta.

FOTO-GRUPO-PILATES-3

Post anterior

MP que muda pontos da reforma trabalhista é prorrogada por 60 dias

Próximo post

Aula de Zumba no dia 01/03/2018

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário