NOTÍCIAS

Categoria aprova em Assembleia Extraordinária proposta de pagamento do PCCS

Momento Histórico

 Aconteceu na manhã da última quinta-feira, dia 21 de junho, uma Assembleia Geral Extraordinária, no auditório Pedro Castilho e no Espaço Cultural Sindprev/BA, com a presença maciça da categoria e da Diretoria Colegiada, tendo como pauta: Informes do PCCS e deliberações.

A mesa foi composta pelos diretores da Secretaria de Organização, Edivaldo Santa Rita e Walter Cândido, o diretor da Secretaria de Administração e Finanças, Valdemir Medeiros, os diretores da Secretaria de Assuntos Jurídicos, Ricardo Mendonça e Jorge Oliveira, o advogado Dr. Osvaldo Schitini e os assessores políticos Genebaldo Correia e Ivan Sampaio.

Com a sede do sindicato lotada, a assembleia teve como objetivo levar a proposta do Governo sobre o processo do PCCS para à aprovação pelos servidores. Edivaldo Santa Rita abriu o encontro com a leitura do edital da convocação da assembleia que saiu no dia 20 de junho no jornal Correio da Bahia, e aproveitou o momento para informar que até o fim do mês de julho o elevador que se encontra em construção já deverá está em funcionamento.

“Apesar de quase 30 anos de processo, de chegar nessa vitória com esse tempo prolongado, queríamos mais, mas temos que agradecer o que foi conseguido, do jeito que o país se encontra foi uma grande vitória, deixo aqui a minha satisfação”, afirmou Santa Rita. “Parabenizo ainda toda a Direção, todos os funcionários e os contadores Márcio Brito e Marcos Vinícius”, disse.

Dr. Osvaldo Schitini que esteve na luta durante toda a tratativa do processo se emocionou falando sobre a vitória da categoria e citou nomes de colaboradores que foram essenciais para o ganho da causa. “Hoje estou aqui para dizer que conseguimos o pagamento do PCCS. Honrar o compromisso, a minha vitória para vocês. Parabéns a todos! Essa luta empreendida por todos foi uma luta compartilhada. Não importa somente o valor, eu vejo estampado na cara de todos, a alegria de receber o PCCS”, disse. “É um momento de muita emoção, e termino dando a minha mensagem: se não foi o que esperávamos, pelo menos foi o reconhecimento da justiça”, concluiu o advogado.

Walter Cândido parabenizou a Diretoria e frisou a importância do coletivo para bem da categoria. “Desde 2017 quando nossos processos estavam arquivados e que essa diretoria arrancou de imediato o processo para andar jamais desistimos de lutar, pois estamos aqui para a vitória”, enfatizou.

Ivan Sampaio na mesma linha, falou sobre as lutas e a vitória do sindicato nesta e em tantas outras vitórias. “Foram muitas lutas, muitos momentos difíceis, muita conversa até chegarmos aqui hoje. Estamos na vitória. Essa Diretoria que tanto luta pela categoria merece aplausos. A nossa vontade de lutar nunca deixou que a gente desistisse”, finalizou.

Em seguida diretores e servidores tiveram espaço para falaram a respeito dessa longa caminhada.

Raimundo Cintra representante da CNTSS-CUT parabenizou a diretoria do sindicato e relembrou toda a luta do PCCS desde o início.

Valdemir Medeiros fala da coincidência da realização da assembleia na mesma data do ForróPrev, aproveitando o momento reforçou o convite para todos participarem da festa junina.

Luana Saldanha, Fisioterapeuta da Clínica do Trabalhador, deu informes sobre os serviços oferecidos pela clínica, e informou que atende GEAP e particular.

Ricardo Mendonça, diretor da Secretaria de Assuntos Jurídicos, iniciou sua fala, solicitando um minuto de silêncio em homenagem aos que já se foram e não puderam gozar em vida da conquista do PCCS. Após isso o diretor explicou sobre todo o andamento do processo até a referida vitória, passou informes de valores a receber de cada servidor em suas determinadas áreas.

“Não vamos lutar por mais dez anos e precisamos defender o zero de não ter nada na mão. A proposta do acordo que abrevia o pagamento é uma média, com juros e correções, do montante homologado em 2011. Conseguimos um acordo com o Governo que paga mais de 65%, e as pessoas que estão sem cálculo está com o direito garantido”, informou Ricardo, passando em seguida uma média dos valores por categoria.

Após o diretor jurídico apresentar a proposta de acordo referente ao processo do PCCS, para a quitação dos valores dos exequentes, ele informou que: o 1° lote para pagamento ficou para novembro de 2018 e o 2° lote para fevereiro de 2019. E os que tiverem valores superiores ao estimado pelo Governo, receberão em precatório a partir de janeiro de 2020.

Sendo assim, Edivaldo Santa Rita colocou em votação a proposta de Acordo da ação do PCCS, pra o plenário votar, sendo aprovado por unanimidade.

#PCCS #RumoaVitória #MomentoHistórico

ASCOM SINDPREV/BA

Texto: Priscila Teixeira

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

Edital de Convocação

Próximo post

Sindprev/BA realiza mais um animado ForróPrev

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário