NOTÍCIAS

Sindprev/BA realiza mais uma assembleia extraordinária do PCCS

Nova proposta aprovada

Aconteceu na manhã da última sexta-feira, dia 29 de junho, mais uma Assembleia Geral Extraordinária, para tratar do processo do PCCS. Dessa vez a assembleia foi realizada no Auditório da Faculdade Visconde de Cairu, situada na Rua do Salete, nos Barris, para acomodar melhor a categoria, tendo como pauta: Informes e deliberações do PCCS.

A mesa foi composta pelo diretor da Secretaria de Organização, Edivaldo Santa Rita, o diretor da Secretaria de Administração e Finanças, Valdemir Medeiros, os diretores da Secretaria de Assuntos Jurídicos, Ricardo Mendonça e Jorge Oliveira, os advogados Dr. Osvaldo Schitini e Dr. Alan Freire, e os representantes da CNTSS-CUT, Lúcia Eloy e Raimundo Cintra.

A assembleia contou grande número de associados e não associados ao sindicato, dentre eles representantes dos que não puderam vir por motivos diversos e representantes de vastas cidades do estado da Bahia.

Edivaldo Santa Rita abriu o encontro explicando o andamento de finalização do processo, após levar a proposta ao Governo. “Na última assembleia mostramos a caminhada e as etapas desse processo, da dificuldade que foi chegar nesse ponto do PCCS, baixamos a cabeça e somos vitoriosos. Precisamos de muita garra para alcançar o direito do trabalhador” disse. Aproveitando o momento o diretor passou informes sobre a agenda de julho e informou da reunião que haverá no dia 03 de julho, no auditório do Sindprev, com várias entidades, para tratar das reivindicações dos Federais.

“Mesmo nesse momento tão difícil do país para as ações judiciais, corremos para conseguir negociar. A nossa luta é no dia a dia, e Graças a Deus vamos ter o dinheiro na mão”, afirmou Valdemir.

“Não tem como comparecer a essa assembleia e não ficar emocionado ao dizer aos senhores que essa luta está chegando ao fim. Essa luta é um trabalho sério e tenho um respaldo moral de trazer para os senhores o resultado dessa luta”, desabafou Dr. Schitini. “Todos sabem as dificuldades econômica que passa o país, passamos por inúmeras reuniões ininterruptas de mais de 10 de horas, o governo ia e voltava nas decisões. Muito obrigada a todos vocês por terem acreditado no nosso trabalho, tenho certeza que vocês aprovarão porque é o melhor a fazer”, concluiu o advogado.

Ricardo Mendonça falou sobre a última assembleia, onde ainda havia algumas pendências a serem resolvidas, e destacou a importância dessa nova reunião, para passar os informes do que aconteceu posteriormente à assembleia do dia 21. O diretor informou que o sindicato lutou a favor de toda categoria, não só dos filiados ao Sindprev-BA e sim de todos os exequentes do PCCS. Ricardo explicou a responsabilidade da diretoria e expôs todas às dificuldades enfrentadas no decorrer do processo e toda a discussão do sindicato enquanto representante em defesa dos direitos da categoria como um todo. O diretor também ilustrou quem tem direito ao recebimento do processo e listou dentre eles, os que foram demitidos do serviço público, os exonerados e os falecidos, onde o último, seus herdeiros receberão os valore. Informou sobre as taxas de juros que serão gerados em pelo menos 18 meses. Ratificou o que foi dito na última assembleia quanto ao recebimento distinguido para quem tem nível médio e superior. Ricardo explicou como chegou num denominador comum, baseando-se na conquista do Processo do PCCS em outros estados.

Santa Rita informou o que se deu na última reunião de diretoria, falou passos do processo desde o início, e relembrou que o processo teve de ser desmembrado para ir à Justiça Federal. Citou cinco processos do PCCS que foram para tramitação desde os anos 90, o processo do INSS, do Ministério da Saúde, do MTE, da ANVISA e da FUNASA, abrindo espaço para que a plenária tirasse dúvidas, que foram esclarecidas posteriormente pela mesa.

Em seguida Edivaldo Santa Rita colocou em votação o que está na minuta de acordo, para ser aprovado o recebimento dos valores do processo por nível médio e nível superior, e não mais por categoria, sendo aprovada a proposta apresentada pela Diretoria Colegiada para a quitação em parte do processo do PCCS, com apenas um voto contra e uma abstenção.

Ricardo Mendonça informou que neste mês de Julho, todos os exequentes do processo devem comparecer ao Sindprev/BA para assinar os documentos pendentes e a aceitação do acordo proposto na assembleia, sendo uma condicionante para receber os devidos valores.

Para finalizar a assembleia, Maria Almeida, diretora da Secretaria de Aposentados, deu informes sobre o passeio da Vovó, que acontecerá no dia 28 de Julho, no Clube Social do sindicato, convidando a categoria.

#PCCS #RumoaVitória

ASCOM SINDPREV/BA

Texto: Priscila Teixeira

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

Nota de Falecimento

Próximo post

Sindprev/BA realiza reunião com Servidores Federais

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário