DESTAQUE

Sindprev/BA realiza reunião na ANASPS

Aconteceu na tarde da última terça-feira, dia 23 de outubro, uma reunião do Sindprev/BA com os servidores da ANASPS – Associação Nacional dos Servidores da Previdência e da Seguridade Social, no Comércio.

Entre os diretores presentes estavam o diretor da Secretaria de Organização, Edivaldo Santa Rita, o diretor da Secretaria de Assuntos Jurídicos, Ricardo Mendonça, o diretor da Secretaria de Administração e Finança, Valdemir Medeiros, a diretora da Secretaria de Políticas Sociais, Lucivaldina Brito, a diretora do Conselho Fiscal, Eunice Fontes e o representante da CNTSS-CUT, Raimundo Cintra.

Santa Rita informou que a diretoria do sindicato está realizando assembleias setoriais nas unidades de trabalho, para levar informações das ações judiciais para a categoria, como o do PCCS e ação da GEAP com a queda da liminar. O diretor informou ainda que a confraternização do dia do Servidor Público será adiada para dezembro em função das demandas dos últimos tempos, e destacou uma vitória em especial. “A incorporação da gratificação foi uma luta, é uma vitória para se comemorar, pois em janeiro é a última parcela a receber. Nenhum trabalhador mais do serviço público se aposentará com a metade do salário”, disse satisfeito.

Ricardo explicou sobre o andamento do PCCS. “Esse processo foi um desafio para nós, uma ação de 30 anos. Enfim a Diretoria do Sindicato assinou um acordo no dia 10 de outubro e no dia 11 de outubro, o Ministro da 5° turma do STS, homologou o acordo do Sindprev, em virtude da categoria ter aprovado. No nosso acordo está pautado o pagamento do primeiro lote para agora em novembro de 2018, o segundo lote em fevereiro de 2019, e o terceiro lote em janeiro de 2020″, disse ele. “Uma discussão é a forma de pagamento, todos vocês sabem que são duas formas de pagamento: RPV e Precatório. Mas se fosse colocar em RPV, seria a partir de 60 dias. Para obter um pagamento mais rápido foi acordada com a Juíza a abertura de uma conta judicial no nome de vocês, provavelmente será na Caixa Econômica para o recebimento dos valores da RPV”, informou.

De acordo com Ricardo o os critérios para o 1° lote são: a idade (acima de 80 anos), doenças previstas em lei e as pessoas filiadas ao sindicato. O 2° lote são: pessoas exoneradas, falecidas, PDV e as pessoas não filiadas. E o 3° lote: acordo livre, precatória.

O diretor aproveitou o momento e alertou os trabalhadores em relação a ligações que vários servidores estão recebendo pedindo para realizar depósito bancário para o recebimento. “Cuidado e atenção, porque só quem passa informação jurídica é a Diretoria do Sindprev/BA e os advogados do sindicato. Não telefonamos para casa, nós mandamos telegrama, e se o sindicato ligar é para solicitar a presença de vocês. Então não realizem nenhum depósito, pois o dinheiro sai diretamente da justiça para vocês”, pediu Ricardo.

Foi passado também para os servidores informações sobre a GEAP. “Tínhamos uma liminar desde abril de 2009, que a gente ajuizou em virtude da resolução Condel 418/2008, que mexia no estatuto da GEAP, que era uma gestão solidária – quem ganhava mais pagava mais. Com essa alteração houve um prejuízo para nos beneficiados da GEAP, pois ela passou vigorar salário e idade, tendo um prejuízo muito grande com os aumentos”, falou Ricardo.

O sindicato entrou com recurso sob essa decisão da juíza que derrubou a liminar, em relação à competência e qualquer novidade serão passadas para a categoria.

ASCOM SINDPREV/BA

Texto: Priscila Teixeira

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

Servidores do INSS do Comércio referenda em Assembleia Eleição para Comissão Eleitoral

Próximo post

Assembleia no EREBA aprova eleição para Comissão Eleitoral

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário