NOTÍCIAS

Nossa ideia é colocar concursados nos cargos

Presidente da Apex-Brasil afirma que seguirá a orientação do TCU de reduzir nomeações comissionadas. Diz que pretende analisar a estrutura da agência para melhorar a eficiência do órgão e que enxugamentos são naturais

O diplomata Mário Vilalva assumiu a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Atração de Investimentos (Apex-Brasil) disposto a respeitar a orientação do Tribunal de Contas da União (TCU), de reduzir nomeações de comissionados e promover servidores de carreira concursados. A sua prioridade, no entanto, é fazer um amplo diagnóstico da agência. “Vamos olhar a estrutura da Apex, que já tem 18 anos de existência, para ver em que pé está e fazer um exame interno com objetivo de modernizá-la”, destacou. “Todos os modelos têm um processo de esgotamento. Fazer um enxugamento é natural”, justificou.

Carioca, nascido em 1953, Vilalva formou-se em Direito pela Universidade do Distrito Federal em 1976, mesmo ano em que ingressou no Serviço Exterior Brasileiro (Itamaraty), após graduar-se no Instituto Rio Branco (IRBr). Exerceu vários postos no exterior e diversas posições no Brasil. Serviu nas embaixadas do Brasil em Washington (EUA), Pretória (África do Sul), Roma (Itália), Lisboa (Portugal) e Boston (EUA) como cônsul-geral; e, depois, como embaixador, em Santiago do Chile, Lisboa e, entre 2016 e 2018, em Berlim, na Alemanha.

Vilalva trabalhou nos ministérios do…

Leia a íntegra em Mário Vilalva: ‘Nossa ideia é colocar concursados nos cargos’

 

Fonte: Blog Servidor Público Federal – Correio Braziliense

Post anterior

INSS divulga percentuais de reajuste para aposentados e pensionistas

Próximo post

Sindprev/BA presente em mais uma Lavagem do Bonfim

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário