DESTAQUE

Mulheres fazem ato em defesa da aposentadoria nesta quinta-feira

O objetivo do ato é mostrar à sociedade o quanto a reforma da Previdência altera de forma prejudicial os direitos previdenciários das mulheres brasileiras.

Na próxima quinta-feira, 11, às 9 horas, o auditório Nereu Ramos na Câmara dos Deputados será palco de um dos maiores atos em defesa da aposentadoria, o Mulheres Unidas. O objetivo do ato é mostrar à sociedade o quanto a PEC 6/2019, da reforma da Previdência, altera de forma prejudicial os direitos previdenciários das mulheres brasileiras. A diretora de Assuntos Internacionais da CNTS, Lucimary Santos, representará a entidade no evento.

Organizada pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, pela Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher e pela liderança da Minoria na Câmara dos Deputados – representada pela deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ), o evento reunirá mulheres de várias representações, entre parlamentares, entidades de classe, organizações sindicais, movimentos sociais e sociedade civil organizada.

A reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro penaliza com maior força as mulheres, ao desprezar as questões de gênero que permeiam o mundo do trabalho e o ambiente familiar. Pelas regras de transição apresentadas pelo governo, elas vão trabalhar mais sete anos e contribuir mais 10 para ter aposentadoria integral. Homens terão mais cinco anos de trabalho e contribuição. As trabalhadoras rurais terão que trabalhar cinco anos a mais para se aposentar e as professoras terão que contribuir mais cinco para se equiparar aos homens. O ato visa à sensibilização da bancada feminina na câmara baixa, hoje formada por 77 deputadas federais, e ao seu convencimento quanto aos malefícios da proposta para as mulheres.

Serviço: Mulheres Unidas em Defesa da Aposentadoria

Quando: 11/4, às 9h

Onde: Auditório Nereu Ramos, Câmara dos Deputados

Post anterior

Mais uma Assembleia Geral é realizada no Sindprev/BA

Próximo post

Assembleia vitoriosa do PCCS

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário