DESTAQUE

SINDPREV/BA realiza mais uma assembleia teve como pautas: ações judiciais, GEAP, eleições do Sindprev-BA e audiência com o presidente do INSS

O Sindprev-BA, realizou nessa sexta-feira, (01), mais uma assembleia geral da categoria, na sede do sindicato, tendo como pautas ações judiciais, Geap, eleições do Sindprev-Ba e audiência com o presidente do INSS, a mesa foi conduzida pelos Diretores: Sec. de Organização — Edivaldo Santa Rita e Walter Cândido; Sec. de Administração e Finanças — Valdemir Medeiros; Raimundo Cintra — Diretor da CTNSS; Lúcia Eloy e Dr. Alan Freire.

Os diretores Edivaldo Santa Rita, Walter Cândido e Valdemir Medeiros, explicaram aos participantes sobre o porquê do cancelamento dos atos da pauta que aconteceria das 09h às 10h desse mesmo dia e tinha como pauta eleição da comissão eleitoral e comissão da junta administrativa. Foi informado que a oposição pediu na justiça para que a assembleia viesse a ser realizada no sábado. Após uma reunião com os membros da diretoria do sindicato, foi decidido que essa assembleia que fora cancelada será agora realizada no próximo sábado dia (09/11), a partir das 10 (h).

“A direção respeita os atos da justiça ou qualquer ato que venha circular pela categoria, e como a oposição entrou com ação judicial para a suspensão da assembleia, vamos acatar, não vamos ultrapassar determinação judicial, porque nós respeitamos a justiça, temos também o conhecimento do direito, e dessa forma vamos acatar e marcar a assembleia para o próximo dia 09/11.” Completa Valdemir.

Na oportunidade, o coordenador do Sindprev-ba Edivaldo Santa Rita, falou sobre as lutas, que a categoria enfrentou para que o dia do Servidor Público se tornasse ponto facultativo, esse dia é celebrado anualmente em 28 de outubro. Também conhecido como Dia do Funcionário Público, esta data não é um feriado nacional, mas sim um ponto facultativo.

 Santa Rita falou também sobre sua preocupação com as manchas de óleos que estão chegando às praias do nordeste. “Esse óleo contamina todos os organismos do ambiente principalmente na nossa cadeia alimentar, como, por exemplo: peixes, mariscos entre outros. E quem está sofrendo muito com essas consequências são os marisqueiros, pescadores e comerciantes.” Comenta o coordenador.

Raimundo Cintra – Diretor da CTNSS, falou sobre a reunião realizada com o diretor do INSS, foi discutida a questão do INSS digital, que muitos servidores não foram preparados para mexer com essa plataforma, falou ainda sobre a política dos 90 pontos, ou seja, o ponto eletrônico dos servidores será substituído pelo controle de produtividade, assim os servidores do INSS precisarão completar 90 pontos.

“Tivemo-nos uma reunião com o presidente do INSS, sobre a nova forma de produtividade, que nos pegou de surpresa, pois tem que ter produção, mas, com respeito a saúde do trabalhador, pois para alcançar estar meta a categoria, sofrem com a ansiedade e deixa de realizar o básico dos seus valores.” Comenta Cintra.

Raimundo Cintra falou também sobre o levantamento feito na questão dos planos de saúde “o fórum nacional das entidades apresentou em julho um documento a equipe de Paulo Bernardes, para aumentar a per capita, na nossa avaliação se a per capita chegasse a 300 reais, dava um fôlego razoável dentro da GEAP, porém, não tivemos uma resposta concreta ainda.” Explica o diretor da CNTSS.

O coordenado Edivaldo Santa Rita, informou que o sindicato fez um acordo com o judiciário para o pagamento dessa gratificação, e o juiz determinou que fossem pagos em lotes, foi feito uma avaliação de 4700 servidores, e já foi pago 2100 servidores, em 340 lotes, porém não foi determinado como seria os pagamentos. “Não temos um administrativo no judiciário formatar 4700 RPVs de vez, então assim que forem entregues as RPVS vamos entrar em contato para informar aos que foram contemplados”. Explica Santa Rita.

Sobre o Anuênio do INSS o coordenador informou que, o juiz solicitou a atualização dos dados, desse modo, o sindicato vem informando através de comunicados no site para que os trabalhadores tragam as documentações necessárias para realização das atualizações. Foi informado também a respeito dos 28.86% do INSS, que são 384 trabalhadores que de certa forma não foram incluídos nos lotes do pagamento, o sindicato entrou com um mandado de segurança, e foi contemplado, vale ressaltar que esse processo já tem um cálculo, à medida que se apresenta o cálculo ele já está formatada.

“Uma vez que o governo reconheceu o reajuste, não sabemos porque o judiciário ainda se prende em fazer esses pagamentos, temos dois processos, o primeiro, está sobre a responsabilidade da Dra. Mariana e está na justiça e o segundo sobre a responsabilidade do Dr. Rogério Magela, o juiz começou a pagar o valor incontroverso, ou seja, o valor que a união acha cabível, e quem recebeu esses valores incontroversos, é importante saber que já está em curso o valor total, saiu cinco lotes no mês passado e esperamos que até o final do ano tenhamos alguma novidade em relação aos lotes restantes.” Comenta o Coordenador .

Sobre o PCCS, o segundo lote está previsto para sair até o final do ano, o procedimento é da seguinte forma: o dinheiro chega ao Tribunal que é remetido para o juiz da 13.ª Vara, depois vai para o escritório para fazer a liquidação. Foi realizada uma reunião com os advogados para formatar todos os procedimentos, pois, são vários bancos. O servidor que colocou conta salário terá que ser revista, porque a justiça não faz depósito neste tipo de conta.

O 3.º lote refere-se aos trabalhadores de nível superior que está previsto para que os pagamentos sejam feitos de dezembro a janeiro. Já sobre 4.º lote diz respeito à habilitação dos herdeiros, o juiz fez um compromisso de habilitação em 10 lotes.

O doutor Alan Freire, na oportunidade parabenizou a todos os servidores pela presença e explicou sobre o processo do PASEP, falou sobre a importância dos servidores trazerem as documentações necessárias, ou seja, comprovante de residência que é um documento obrigatório até para comprovar a competência, os estratos do PIS/PASEP de quem recebeu a cinco anos, e documentos pessoais. “A demanda está grande, pois, o Brasil todo está entrando com essa ação, e dezembro começa o recesso judiciário”. Comenta Dr. Alan.

Ainda na assembleia Lucivaldina Brito, diretora da Secretaria de Políticas Sociais, apresentou uma relação com nomes de delegados para participarem do congresso da CUT-BAHIA, que será realizada entre os dias 26 a 27 de novembro, e por aclamação foi assim aprovada à chapa apresentada.

ASCOM/SINDPREV-BA

Texto : Dayane Santos

Fotos: Luis Teixeira

Post anterior

SINDPREV-BA realiza jantar em comemoração ao Dia dos Servidores Públicos

Próximo post

Nota de falecimento

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário