NOTÍCIAS

Vitamina D não protege contra infecções do coronavírus

A pandemia do novo coronavírus tem provocado uma corrida a possíveis tratamentos alternativos, na busca de minimizar os efeitos da doença. Um deles é a vitamina D, que ajuda a aumentar a imunidade, como atestam estudos divulgados pela Universidade de Turim, na Itália. Mas é preciso alertar que esses resultados são inconclusivos, como revela outra pesquisa, da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos EUA e disponível na internet, em inglês (https://www.hsph.harvard.edu/nutritionsource/vitamin-d/ ). A vitamina D não impede a infecção pelo coronavírus e mesmo os efeitos positivos notados durante o seu uso foram em infectados que tinham uma deficiência muito grande do nutriente em seu organismo.

Para fortalecer o organismo no combate a doenças, os médicos são unânimes em recomendar uma alimentação balanceada, à base de frutas, legumes, cereais e proteínas. A vitamina pode ser adquirida naturalmente, expondo-se ao sol por até 20 minutos diariamente (evitando a exposição entre as 10h e 16h). Se durante a quarentena isso não for possível, há alimentos onde a vitamina D também está presente, como nos peixes (cavala, salmão, sardinha e atum – mesmo enlatados) e fígado bovino.

Endocrinologistas ouvidos pelo UOL ViverBem em 2019, alertavam que os suplementos vitamínicos vendidos em farmácia devem ser evitados, salvo expressa recomendação médica. Seu uso indiscriminado pode trazer efeitos colaterais perigosos como a formação de cálculos renais, confusão mental, desidratação, fadiga, fraqueza muscular e náuseas.

E não custa reforçar: ainda não há cura, vacinas ou tratamento eficaz para a infecção por coronavírus. Antes de enfrentar qualquer medicamento alternativo, procure sempre a opinião de um médico. E não se esqueça, fique em casa!

 

Secretaria de Imprensa e Divulgação

Diretoria Colegiada Sindprev/BA

Jornalista Responsável: Júlio Gomes – SRTE-BA 3296

Post anterior

Nota de Pêsames

Próximo post

Manifesto em defesa do SUS

sindprevbaorg

sindprevbaorg

Nenhum comentário

Deixe um comentário